Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2005

Jardinices


Costuma dizer-se que ao Jardim(esse mesmo..o da Madeira) não se liga...
Mas o homem além de dizer disparates é mesmo perigoso.
Agora ataca o Presidente da República por ter dissolvido a Assembléia e convocado eleições.
Estaria no seu direito se o fizesse em termos minimamente aceitáveis.
Mas dizer que o P.R. cedeu aos grandes "lobbys", daqueles que têm dois ou três Mercedes á porta é mesmo de bradar aos céus e dizer ...BASTA... párem esse " gajo".
Não sou eu que digo que a Madeira é hoje o principal refúgio desses "lobbys" na sua chamada zona franca... dos bancos aos grande construtores civis... nem sou eu que afirmo que é precisamente o " lobby" da construção que suporta o P.S.D-Madeira...
A Madeira é hoje um dos grandes sorvedouros dos dinheiros do continente,dos impostos que todos nós pagamos... Jardim e seus companheiros de partido que tanto falam em autonomia ( porque não em independência?) sabem bem que sem esse dinheiro nem sequer a aparência de progresso poderiam ter com a sua política despesista a favor dos "grandes".
Mas o mal está também nos políticos que têm governado Portugal que jamais puderam ( ou quiseram) reduzir Jardim à sus insdignuificância e lhe permitem todoss os dislates que entende.
publicado por nuno1 às 13:55
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 22:47
Tempo de antena.

Socrates gasta o tempo de antena a auto-vitimizar-se.
Alguém o convenceu que o povo vai eleger de entre todos , o mais coitadinho.
Com essa táctica , nao permite aos restantes partidos apresentaçao e debate de propostas.
Saliento que Socrates apareceu com fotocopia do programa resultante dos "Estados Gerais" do congresso do PS em 1995.
Já tiveram 2 mandatos e nao o realizaram.
Esta inclusivé desactualizado como é o caso da co-incineraçao.
Por reconhecer as debilidades desse programa e na falta de pessoas crediveis para os realizar , opta pela campanha baixa de auto vitimizar-se.
Escolhe para essa táctica a jornalista que sempre o defendeu , Júdite De Sousa , recusando debate moderados por outros profissionais.
Jú dite Sousa que cometeu a gafe da sua vida , na entrevista ao dr Paulo Portas, pois apos este a informar que iria formar governo em coligaçao com o PPD/PSd e dispunha do actual ministro das finanças , a jornalista retorquiu que o PPD/PSd tambem devia nomear outro ministro das finanças.
Segundo ela deveria existir 2 Ministerios das finanças , sempre que o governo seja resultante de uma coligaçao.

Os portugueses nao sao crianças e reparam nisto......



atento
</a>
(mailto:travolta@iol.pt)


Comentar post