Sexta-feira, 3 de Agosto de 2007

pOBRE pAÍS

Assim vamos nós, nesta "apagada e vil tristeza", que os sucessivos
desgovernos se esforçam por transformer em conquistas douradas, em terras
prometidas, em expoentes de eficiência, em caminhos de futuro, de
desenvolvimento sustentado, de aproveitamento racional e cientifico dos
recursos. Tudo do que há de melhor em governos. Tudo para o bem comum, em
especial, para o bem de alguns poucos, pois que a gamela não é grande.
Lembro-me - Oh! Se me lembro!, infelizmente! - do tempo de Salazar, quando
vivendo no mais perfeito obscurantismo medieval, as valhotas diziam que o
"Botas" era o melhor estadista do Mundo. Não faziam a coisa por menos.
Pois os seus herdeiros sucial-nacionalistas,também são sempre os melhores.
Pelo menos,não renegam a origem das ideias que lhes servem de padrão. Com os
seus companheiros de alternância, alternam na cupidez, na ganância, na
corrupção. São empregados de café dos grandes senhores, ministros do reino
por vontades estranhas, com a aquiescência e beneplácito de um povo acrítico
e ignorante.
Uma familiar minha, pessoa muito arguta e muito inteligente dizia, há dias,
que perante o que se passa, só lhe apetecia emigrar. A mim, também.
Já estou velho para tal e, para maior desgraça, gosto do canto onde nasci.
Por meu mal, parece-me que não vou poder nunca deixar de manifestar a
insatisfação que me invade quando vejo tanta mentira e desprezo por parte
daqueles que se intitulam donos do poder.
Porra, já chega!
Antes de terminar, um esclarecimento e um poema de Torga.
O esclarecimento: escrevi acima "Sucial" com u, e não se tratou de uma
gralha.
Quanto ao poema, aí vai:
 
DIES IRAE
 
Apetece cantar, mas ninguém canta,
Apetece chorar, mas ninguém chora,
Um fantasma levanta~
A mão do medo sobre a nossa hora.
 
Apetece gritar, mas ninguém grita.
Apetece fugir, mas ninguém foge.
Um fantasma limita
Todo o futuro a este dia de hoje.
 
Apetece morrer, mas ninguém morre.
Apetece matar, mas ninguém mata.
Um fantasma percorre
Os motins onde a alma se arrebata.
 
Oh! Maldição do tempo em que vivemos,
Sepultura de grades cinzeladas,
Que deixam ver a vida que não temos
E as angústias paradas!
 
_________________________________________
 
publicado por nuno1 às 19:48
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De página_dos_sentimentos a 3 de Agosto de 2007 às 20:05
Gostei particularmente deste seu texto, revelador de inconformismo face à miséria nacional. Partilho do seu descrédito em relação à classe política, metida a importante e cada vez mais autocrática.
O país não conseguiu, em trinta e três anos de democracia, atingir padrões satisfatórios de desenvolvimento a nenhum nível. Li há pouco tempo que alguns países africanos revelam indicadores mais satisfatórios do que os nossos, o que me faz pensar.
Em nome da democracia seria necessário acabar com muita coisa. Convido-o a ler o meu blog, pois encontrará alguns textos referentes ao nosso país e aos portugueses.
Cumprimentos.


De nuno1 a 3 de Agosto de 2007 às 21:01
Certo.
Gostava de ler o seu blog. Pode dizer-me qual é?
Cumprimentos.
Nuno


De página_dos_sentimentos a 5 de Agosto de 2007 às 16:52
O meu blog é pedroruella.blogs.sapo.pt


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Bofetada

. A-pesar de tudo há motivo...

. E porque não?

. No país do oportunismo

. Assim vai o Diário de Not...

. Um exemplo

. É só promessas...

. E assim vai Portugal

. Andam animais à solta

. Perdoai-lhes..que não sab...

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds